Relevância da amoreira (Morus alba L) para aves, suínos, peixes e equinos: caracterização e composição macromineral das folhas da variedade Miura

Autores

DOI:

10.33912/pagro.v3i1.660

Palavras-chave:

amoreira, sericicultura, minerais, nutrição, monogástrico

Resumo

O cultivo da amoreira está associado à criação do bicho da seda Bombyx mori L. A qualidade das folhas tem ação direta na produção de casulos e o aumento da produtividade. O objetivo deste trabalho foi de caracterizar a amoreira Morus alba L, levantar informações bibliográficas sobre o seu uso na alimentação de aves, suínos, peixes e equinos, destacando a importância da composição nutricional e a determinação da composição macromineral nas folhas Miura. Foram encontrados trabalhos relevantes para usando a folha in natura ou na forma de farinha acrescentada à alimentação dos animais em questão, mostrando possibilidade de utilização de folhas amoreira para a criação desses animais. Quanto à determinação macromineral, as amostras, foram colhidas e pesadas diariamente às 7h30min durante os três últimos ínstares, secadas em estufa à 65ºC por 72h e moídas em aparelho Willey de peneira com crivos de 2 mm. Para a determinação foi utilizado ácido perclórico e o método, colorimétrico em espectrofotômetro e absorção atômica. Os dados obtidos em matéria seca apresentam um crescimento ascendente. Foram obtidos dados em porcentagem de magnésio, cálcio, fósforo, potássio e sódio. Pelos resultados conclui-se que são necessárias mais análises de quantificação macromineral das folhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGAREZ, F. V.; CÉZIO, P.; CECÍLIA, M. R. Botânica: taxonomia, morfologia e reprodução das angiospermas. 2. ed., Rio de Janeiro: Âmbito Cultural, 1994.

AGOSTINHO, Patrícia Rochefeler et al. A sericicultura como alternativa de renda para a agricultura familiar no Mato Estado do Grosso do Sul, Brasil. In: FEIRA DE SEMENTES NATIVAS E CRIOULAS E PRODUTOS AGROECOLÓGICSO DE JUTI, 14., SEMINÁRIO SOBRE E CONSERVAÇÃO DO CERRADO DO SUL DE MATO GROSSO DO SUL, 7., 2018, Juti – MS, p. 1-13.

AL-KIRSHI, Riyadh Abbas et al. 2010 Utilization of mulberry leaf meal (Morus alba) as protein supplement in diets for laying hens. Italian Journal of animal science. v. 9, n. 3, p. 265-267, 2010.

AL-KIRSHI, Riyadh A. et al. Nutrient digestibility of mulberry leaves (Morus Alba). Italian Journal of Animal Science, v. 12, n. 2, 219-221, 2013.

ALMEIDA, J. E. de; FONSECA, T. C. The forage potential for same mulberry clones in Brazil. In: SÁNCHEZ, M. D. Mulberry for animal production. Rome: Food and Agriculture Organization of the United Nation, 2002.

ASTUTI, Dewi Apri; BECKER, Klaus; RICHTER, Nahid. Energy and protein balance of nile tilapia fed with moringa and mulberry leaves. JPHPI, v. 15, n. 1, p. 71-79, 2012.

BREM, J. J. et al. Remove from marked records seasonal behavior of mineral content in leaves of morus spp used in goat feeding. Revista Veterinaria, v. 23, n. 2, p. 116-119, 2012.

CHEEMA, U. B. et al. Chemical composition, mineral profile and in situ digestion kinetics of fodder leaves of four native trees. Pakistan Journal Botanical, v. 43, p. 397-404, 2011.

CONTRERAS CASTRO, Jorge Humberto. Efecto sobre el rendimiento técnico de la Tilapia Nilotica Chitralada resultante de la sustitucion de la dieta con Falso Girasol y Morera en la etapa de ceba. Revista CITECSA, v. 3, n. 4, p. 1-11, 2012.

DIAS, Patrícia da Silva. Digestibilidade e inclusão da farinha da folha de amoreira (Morus alba) em rações para alevinos de tilapia do Nilo.2019. 94 f. Dissertação (Mestrado em Aquicultura e Desenvolvimento Sustentável) - Setor de Palotina, Universidade Federal do Paraná, Palotina, 2019.

DORIGAN, Cláudia Josefina et al. Avaliação nutricional do feno das folhas da amoreira (Morus alba L.) em frangos de corte. Acta Scientiarum. Animal Sciences, v. 33, n. 4, p. 353-358, 2011.

EUZEBIO, Umberto. Medidas anatômicas das larvas e histologia da glândula sericígena do bicho-as-seda (Bonbix mori) alimentadas com folhas de amoreira e dietas artificiais. 1999. 103 f. Tese (Doutorado em Zootecnia) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, Jaboticabal - SP, 1999.

GHAZANFAR, S. et. al. Macro-minerals concentrations of major fodder tree leaves and shrubs of district Chakwal, Pakistan. Pakistan Journal of Nutrition, v. 10, p. 480-484, 2011.

GIACOMIN, Alessandra Maria; LAKTIM, Mariana; BARUQUE-RAMOS, Julia. A seda no brasil: panorama econômico e alternativas para a revitalização do setor. CONGRESSO CIENTÍFICO DE TÊXTIL E MODA, 4., 2016, Blumenau. Congresso Científico de Têxtil e Moda – Inovar para Crescer, Blumenau, 2016.

GOMES, Rafael Aparecido. Produção e valor nutricional de híbridos de amoreira (Morus alba L.) colhidos em diferentes idades de crescimento. 2012. 47 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2012.

GUIMARÃES FILHO, Carlos. Diversificação silenciosa. Boletim Informativo do Sistema FAEP, n. 1349, p. 14-16, 2016.

HAHN-VON-HESSBERG, Christine M.; GRAJALES-QUINTERO, Alberto; GRAJALES-HAHN, Sebastian. Experiencias del cultivo de la morera Morus alba L, 1753 (Rosales: Moraceae) y su utilización em la alimentación de tilápia nilótica Oreochromis niloticus, Trew, 1984 (Perciformes: Cichlidae) para programas de seguridade alimentaria en el trópico. Bol. cient. mus.hist.nat., v. 22, n. 2, p. 42-48, 2018.

JIMÉNEZ-ESCOBAR, N. David. Ciclo de las plantas forrajeras: dinámicas y prácticas de una comunidad ganadera del Chaco Seco, Argentina. Ethnobotany Research & Applications, v. 18, n. 39, p. 1-22, 2019.

JIMÉNEZ-ESCOBAR, N. David; MARTÍNEZ, Gustavo J. Plantas que mantienen al ganado: conocimiento campesino asociado a especies forrajeras en la sierra de Ancasti (Catamarca, Argentina). Bol. Soc. Argent. Bot., v. 54, n. 4, p. 617-635, 2019.

KANDYLIS, K. I.; HADJIGEORGIOU, I.; HARIZANIS, P. The nutritive value of mulberry leaves (Morus alba) as a feed supplement for sheep. Tropical Animal Health and Production, v. 41, n. 1, p. 17-24, 2008.

KHAN, Muhammad A. et al. Effects of optimum doses of nitrogen, phosphorus, potassium and calcium on silkworm, Bombyx mori L., growth and yield. Entomological Research, v. 40, n. 6, p. 285–289, 2010.

MACHII, H.; KOYAMA, A.; YAMANOUCHI, H. 2000. FAO Eletronic Conference: mulberry for animal production, 2000.

Disponível em http://www.fao.org/livestock/agap/frg/mulberry. Acesso em 14 abr. 2020.

MIRELES, S. et al. Cutting age and nutritional value of mulberry (Morus alba) foliage meal for pigs. Cuban J. Agric. Sci., v. 53, n. 3, p. 2019.

MORGAN, R. Enciclopédia das ervas e plantas medicinais. São Paulo: Hemus editora, 1 982.

PERDOMO C., Daniel A. et al. Efecto de la suplementación dietética con harina de morera (Morus alba) sobre el desempeño productivo de codornices (Coturnix coturnix japonica) en crecimiento. Rev Inv Vet Perú, v. 30, n. 2, p. 634-644, 2019.

OKAMOTO, F.; RODELLA, R. A. Características morfo-anatômicas e bromatológicas de folhas de amoreira em relação às preferências do bicho da seda. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 41, p. 195-203, 2006.

OKAMOTO, Fumiko et al. Desempenho de borregas da raça Santa Inês alimentadas com cana de açúcar e ramas de amoreira. B. Ind. Anim. v. 65, p. 1-6, 2008.

PADILHA, M. M. et al. Estudo farmacobotânico das folhas de amoreira preta, Morus nigra L., Moraceae. Revista Brasileira de Farmocognosia, v. 20, p. 621-626, 2010.

PÉREZ, Y.; GARCÍA, J. Efecto de la inclusión de 20% de harina de Morera (Morus alba) o Moringa (Moringa oleífera) en la dieta sobre los rasgos de comportamiento, calidad de la canal y la carne de cerdos cebados de 40 a 85 kg de peso. Livestock Research for Rural Development, v. 29, n. 3, s.p., 2017.

PORTO, Antonio José. Sericicultura no estado de São Paulo. B. Ind. Anim., v. 71, n. 3, p. 291-302, 2014.

PORTO, Antonio José. Histórico e evolução do módulo produtivo na sericicultura brasileira. Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP, v. 17, n. 1, p. 40-49, 2019.

PRADO, Renato Mello de. Nutrição de plantas. São Paulo: Editora Unesp, 2008.

SILVA, Dirceu Jorge. Análises de alimentos: métodos químicos e biológicos. 2. ed. Viçosa: Editora UFV, 1990.

SOUZA, V. C.; LORENZI, H. Botânica sistemática: guia ilustrado para identificação das famílias angiospermas da flora brasileira, baseado em APG II. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2005.

TAKAHASHI, Roque. Características vegetativas e nutricionais de cultivares de amoreira utilizados na alimentação do bicho-da-seda (Bombix mori L.) (Lepitdoptera: Bombycidae). 1996. 118 f. Tese (Livre Docência) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal – SP, 1996.

TAKAHASHI, R., TAKAHASHI, K. M.; TAKAHASHI, L. S. Sericicultura: uma promissora exploração agropecuária. Jaboticabal: Funep, 2001.

TAMAYO, Miguel Alfonso Vergara; TORRES, Gilliam Bravo. Aspectos técnicos y económicos de la sustitución parcial de alimento comercial con morera (Morus alba) en la alimentación de cerdos de levante y ceba. Revista de Ciencia Tecnología Sociedad y Ambiente, v. 10, n. 8, p. 1-11, 2018.

TUTIN, G. T. et al. MORUS, L. In: Flora Europa. Psilotaceae to platanaceae. Australia: Cambrigde University Press, v. 1, 1996.

VALLE, D. W. do. et al. Curva de crescimento e marcha de absorção de macronutrientes em três cultivares de amoreira (Morus alba L.). R. C. Suelo Nutr. Veg., v. 9, p. 1-13, 2009; J. Soil Sc. Plant Nutr., v. 9, n. 1, p. 1-13, 2009.

ZHU, Z. E. N. G., et al. Effect of dietary supplementation with mulberry (Morus alba L.) leaves on the growth performance, meat quality and antioxidative capacity of finishing pigs. Journal of Integrative Agriculture, v. 18, n. 1, p. 143–151, 2019.

Publicado

2020-08-04

Como Citar

EUZEBIO, U.; MOREIRA, A. L. C.; TAKAHASHI, R. Relevância da amoreira (Morus alba L) para aves, suínos, peixes e equinos: caracterização e composição macromineral das folhas da variedade Miura. PesquisAgro, v. 3, n. 1, p. 75 - 93, 4 ago. 2020.