PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INCLUSIVAS DESTINADAS AOS ESTUDANTES PÚBLICO-ALVO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL
PDF
.

Métricas

  • Visualizações 88
  • PDF downloads: 77

Palavras-chave

Inclusion
State of Knowledge
Pedagogical Practice Inclusión
Estado del Conocimiento
Práctica Pedagógica Inclusão
Estado do Conhecimento
Prática Pedagógica

Como Citar

OLIVEIRA, A. F. de .; LEAL, M. P. .; ROSÁRIO, G. C. de S. do. PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INCLUSIVAS DESTINADAS AOS ESTUDANTES PÚBLICO-ALVO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL. Revista Prática Docente, [S. l.], v. 6, n. 3, p. e075, 2021. DOI: 10.23926/RPD.2021.v6.n3.e075.id1075. Disponível em: http://periodicos.cfs.ifmt.edu.br/periodicos/index.php/rpd/article/view/1075. Acesso em: 21 out. 2021.

Resumo

A presente pesquisa é uma revisão bibliográfica desenvolvida com caráter qualitativo segundo encaminhamentos de pesquisas do tipo estado do conhecimento. O objetivo aqui foi ressaltar práticas pedagógicas inclusivas destinadas aos estudantes público-alvo da Educação Especial nos anos iniciais do Ensino Fundamental. A coleta de dados dentro da temática foi desenvolvida por meio da busca de artigos, teses e dissertações, nas plataformas Scielo e Capes, entre os anos de 2015-2020. A partir dos trabalhos selecionados, foram organizadas duas categorias, a saber: Práticas pedagógicas desenvolvidas e esperadas na escola; Formação dos professores sobre a Educação Especial. Constatou-se que as práticas pedagógicas, em certa medida, são desenvolvidas e esperadas no contexto da inclusão. Contudo, elementos como a necessidade de formação docente para desenvolvê-las e ambientes que colaborem com sua concretização dificultam que tais práticas ocorram. O pequeno número de produções científicas que deem visibilidade às práticas pedagógicas apresenta-se como uma lacuna, expressando a carência de produções na área.
10.23926/RPD.2021.v6.n3.e075.id1075
PDF

Referências

ALMEIDA, Josiane Tarrabaika de. Inclusão Escolar de Crianças com Altas Habilidades/Superdotação na Perspectiva Histórico-Cultural. Dissertação (Pós-Graduação em Educação) – Universidade Estadual do Centro Oeste. Guarapuava, 2019.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. LDBEN - Lei nº. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF. Disponível em: <https://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/109224/lei-de-diretrizes-e-bases-lei-939496 >. Acesso em: 19 de junho de 2018.

BRASIL, Ministério da educação. Política Nacional De Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, 2008. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=16690-politica-nacional-de-educacao-especial-na-perspectiva-da-educacao-inclusiva-05122014&Itemid=30192> Acesso em: 05 de setembro de 2020.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

CARVALHO, Rosita Edler. Educação inclusiva: com os pingos nos “is”. Porto Alegre: Mediação, 2010.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Para um currículo de formação de pedagogos: indicativos. In: PIMENTA, Selma Garrido (Org.). Pedagogia e Pedagogo: caminhos e perspectivas, 2002, p. 99 - 128.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Prática pedagógica e docência: um olhar a partir da epistemologia do conceito. Rev. bras. Estud. pedagog., Brasília, v. 97, n. 247, p. 534-551, set./dez. 2016.

GUARESCHI, Thaís. Inclusão Educacional e Autismo: um estudo sobre as práticas escolares. Tese (Pós-Graduação em Educação) – Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, RS. 2016.

MADER, Gabriel. Integração das pessoas portadoras de deficiência: a vivência de um novo paradigma. In: MANTOAN, Maria Teresa Eglér. (org.). A integração de pessoas com deficiência: contribuições para uma reflexão sobre o tema. São Paulo: Memnon, 1997. p. 44-50.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar: O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2003.

MATURANA, Ana Paula Pacheco Moraes; MENDES, Enicéia Gonçalves. Inclusão e deficiência intelectual: escola especial e comum sob a óptica dos próprios alunos. Educar em Revista. Curitiba, n. 66, p. 209-226, out./dez. 2017

MIETO, Gabriela Sousa de Melo; BARBATO, Silviane; ROSA, Alberto. Professores em transição: produção de significados em atuação inicial na inclusão escolar. Psic.: Teor. e Pesq., Brasília, Vol. 32 n. esp., pp. 1-10, dez 2016.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: Repensar a reforma, reformar o pensamento. 8° edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

MOURA, Margarida Seabra. Revisando conceitos: o necessário exercício da construção da identidade a partir das diferenças. In: MANTOAN, Maria Teresa Eglér. O desafio das diferenças na escola. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 45-50.

OLIVEIRA, Neusa Denise de; CORDEIRO, Aliciene Fusca Machado. O Que Pensam As Equipes Diretivas Escolares Sobre O Atendimento Educacional Especializado (AEE). Educação em Revista. Belo Horizonte. N 34. E 173991, p. 1-24, 2018.

OLIVEIRA, Simone Luzia de. Experiência De Práticas Pedagógicas Na Inclusão Escolar No Ensino Fundamental I. Dissertação (Pós Graduação em Educação). Universidade do Vale de Sapucaí. Pouso Alegre. 62p. 2019.

PEREIRA, Rose Mary Fraga. Conhecimentos E Concepções De Professores Acerca

Do Processo De Alfabetização Da Criança Com Deficiência Intelectual. Tese (mestrado em educação) – Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo. Vitória. 249p. 2018.

RODRIGUES, Michely Aguiar. O Processo de Inclusão da Criança com Autismo: mapeando práticas escolares e seus efeitos. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2015.

ROMANOWSK, Joana Paulian; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educ., Curitiba, v. 6, n.19, p.37-50, set./dez. 2006.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão. Construindo uma sociedade para todos. 5° edição. Rio de Janeiro: WVA Editora e Distribuidora Ltda, 1997.

TORRES, Josiane Pereira; MENDES, Enicéia Gonçalves. Atitudes Sociais e Formação Inicial de Professores para a Educação Especial. Rev. Bras. Ed. Esp., Bauru, v.25, n.4, p.765-780, Out.-Dez., 2019

Creative Commons License

Este trabalho está licensiado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 A Revista Prática Docente tem o direito de primeira publicação

Downloads

Não há dados estatísticos.