PRODUÇÃO DE TEXTOS E CARTAZES COMO FERRAMENTA PARA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SOBRE A ÁGUA COM ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Edman Weverton do Prado, Ana Flávia Silva de Assis, Carlos Rinaldi

Resumo


O construtivismo se diferencia do ensino tradicional e conta com várias ferramentas que são apresentadas para a efetivação do processo de ensino-aprendizagem de forma significativa, entre eles podemos citar a utilização de organizadores prévios, construção de cartazes e elaboração de textos. O trabalho tem o objetivo de abordar a temática água e seus aspectos ambientais e sociais dentro de uma perspectiva da aprendizagem significativa de Ausubel (1976). A pesquisa tem caráter qualitativo e foi realizada na Escola Municipal Dr. Orlando Nigro, Cuiabá, MT, com uma amostra total de setenta e nove estudantes do sexto ano do ensino fundamental. A escola atende alunos dos bairros Pedregal, Renascer, Leblon e entorno. Esses bairros encontram-se na Microbacia do Córrego Barbado. O córrego citado está diretamente ligado a 21 bairros, e está degradado devido a intensa ocupação urbana de suas margens, assim, a escolha da temática está relacionada ao contexto ambiental e social em que a escola está inserida. Os aspectos metodológicos consistiram na aplicação de um questionário inicial, problematização e organizador prévio que resultou na produção de textos e confecção de cartazes. Os resultados do questionário inicial apresentaram pouca reflexão e criticidade nos aspectos relacionados ao desperdício e conservação dos recursos hídricos.  Após a aplicação metodológica foi percebido a produção e aprofundamento de conceitos onde os estudantes demonstraram argumentos consistentes muito além do que foi disponibilizado no organizador prévio.

Palavras-chave


Aprendizagem significativa; Água; Conservação

Texto completo:

PDF

Referências


AUSUBEL, David. Psicologia Educativa: un punto de vista cognocistivo. México: Trilha, 1976.

BATISTA, Sueli Soares dos Santos. Teoria crítica e teorias educacionais: Uma análise do discurso sobre educação. Educação e Sociedade, n. 73, p. 182-205, 2000.

CARVALHO, Fabiana Aparecida de. Perspectivas atuais da pesquisa em ensino de biologia. IN: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação de Ciências, 06, p. 341-352. Florianopolis, 2007. Anais. Florianopolis: ABRAPEC, 2007.

DOGRA, Barthi. Constructivist Classroom Activities for Biology Learning. Education Indian Journal, v. 36, n. 01, 2010.

DRIVER, Rosalind; OLDHAM, Valerie. A constructivist approach to curriculum development in Science. Studies in Science Education, n.13, p.105-122, 1986.

KREISCHER, Tayana Carolina Vieira; GONÇALVES, Deborah Maria de Moura; VALENTINI, Carla Maria Abido. Aspectos Hidroambientais do Córrego Barbado em Cuiabá- MT. Holos, ano. 28, v. 01, 2012.

LUCATTO, Luis Gustavo. G.; TALAMONI, Jandira Liria Biscalquini. A construção coletiva interdisciplinar em educação ambiental no ensino médio: a microbacia hidrográfica do ribeirão dos peixes como tema gerador. Ciência e Educação, v. 13, n.03, p. 389-398, 2007.

MENEZES FILHO, Frederico Carlos Martins de; AMARAL, Daiany Basilia. Histórico da expansão urbana e ocorrência de inundações na cidade de Cuiabá-MT. Sociedade e Natureza, v. 26, n. 01, p.159-170, 2013.

MOREIRA, Marco Antônio. Teorias de Aprendizagem. São Paulo: EPU, 1999.

NOVAK, Joseph Donald. Uma teoria de Educação. São Paulo: Pioneira, 1981.

PACCA, Jesuína Lopes de Almeida; SCARINCI, Anne Louise. O que pensam os professores sobre a função da aula expositiva para a aprendizagem significativa. Ciência e Educação, v. 16, n. 03, p.709 - 721, 2010.

PACCA, Jesuína Lopes de Almeida; SCARINCI, Anne Louise. A ressignificação das atividades na sala de aula. Ensaio, v. 13, n. 01, p.57-72, 2011.

PASA, Maria Corette; GONÇALVEZ, Karina Gondolo; KOPPE, Valdinei Cristi; PEREIRA, Priscila. O currículo e as práticas pedagógicas. Sociedade Cultural e Educacional de Itapeva, 2014.

SANTOS, Flavia Maria Teixeira dos. As emoções nas interações e a aprendizagem significativa. Ensaio, v. 09, n. 02, p. 173-187, 2007.

SAUVÉ, Lucie. Educação Ambiental: possibilidades e limitações. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 02, p. 317-322, 2005.

SCHNETZLER, Roseli Pacheco. Construção do Conhecimento e Ensino de Ciências. Em Aberto, ano 11, n. 55, 1992.

TEIXEIRA, Francimar Martins; SOBRAL, Ana Carolina Moura Bezerra. Como novos conhecimentos podem ser construídos a partir dos conhecimentos prévios: um estudo de caso. Ciência e Educação, v.16, n. 03, p. 667-677, 2010.

VASCONCELOS, Clara; PRAIA, João Felix; ALMEIDA, Leandro S. Teorias de aprendizagem e o ensino/aprendizagem das ciências: da instrução à aprendizagem. Psicologia Escolar e Educacional, v. 07, n. 01, p. 11-19, 2003.

VENTURA, Rosângela Maria Guarienti. Caracterização ambiental e hidrológica da bacia do Córrego Barbado em Cuiabá-MT. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental, UFMT, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.23926/rpd.v1i1.12

Apontamentos

  • Não há apontamentos.