“VALENTINE’S DAY: VALORIZE QUEM TE FAZ BEM”: O ENSINO INTERDISCIPLINAR COM ENFOQUE EM QUÍMICA, LÍNGUA PORTUGUESA, INGLÊS E ESPANHOL.
PDF

Palavras-chave

Ensino Contextualizado
interdisciplinaridade
Química
Línguas e Literatura.

Como Citar

ADAMS, F. W.; DE OLIVEIRA, R. M.; DIAS DOMINGUES, ÂNGELA C. “VALENTINE’S DAY: VALORIZE QUEM TE FAZ BEM”: O ENSINO INTERDISCIPLINAR COM ENFOQUE EM QUÍMICA, LÍNGUA PORTUGUESA, INGLÊS E ESPANHOL. Revista Prática Docente, v. 5, n. 1, p. 139-155, 1 maio 2020.

Resumo

Resumo: A educação deve acompanhar as constantes mudanças enfrentadas pela sociedade, buscando motivar os alunos para o aprendizado e convívio social. Nessa perspectiva, o projeto de ensino “Valentine’s Day: Valorize quem te faz bem” foi trabalhado com os alunos de forma contextualizada e interdisciplinar, buscando a motivação e reflexão frente às relações interpessoais, bem como sobre o consumismo desenfreado, destaca-se que o mesmo foi desenvolvido entre os meses de maio e junho de 2018. Objetiva-se relatar as potencialidades/aprendizagem desenvolvidas por meio do projeto de ensino citado, por meio da reflexão de 3 professoras envolvidas. Assim, trata-se de um relato de experiência, tendo a observação participante como instrumento de coleta de dados. Participaram do desenvolvimento do projeto alunos dos primeiros, segundos e terceiros anos do Ensino Médio Integrado (Técnico em Agropecuária, Alimentos e Informática). O projeto permitiu a relação entre a química e a linguagem, por meio da elaboração de textos em português, espanhol e inglês, cartazes e apresentações. Além de permitir um início da superação da alienação motivada pelo consumo desenfreado, proporcionando aos estudantes a reflexão e valorização do sujeito. Por fim, destaca-se a importância do desenvolvimento de projetos interdisciplinares para a garantia do desenvolvimento cognitivo e emocional dos alunos.Palavras-chave: Ensino Contextualizado; interdisciplinaridade; Química, Línguas e Literatura. Abstract: Education must follow constant changes faced by society, seeking to motivate students to learn and to socialize. From this point of view, the project called "Valentine's Day: Value who does you good" was applied with students in a contextualized and interdisciplinary way, looking up motivation and reflection on interpersonal relations, as well as on unbridled consumerism. In order to do so, it aims to report the potentialities and learning developed through the mentioned teaching project. It is a research that associates the report of experience with the qualitative research, with the participant observation as an instrument of data collection. 300 students from the first, second and third years of Integrated High School (Agricultural Technician, Food and Informatics) from Instituto Federal Goiano - Campus Morrinhos were involved. The relationship between chemistry and language, through the preparation of texts in Portuguese, Spanish and English, posters and presentations was allowed by the project. In addition to allowing the beginning of overcoming alienation motivated by unbridled consumption, a reflection space and appreciation of the subject was provided to the students. Finally, the importance of the development of projects such as that cited to guarantee students' cognitive and emotional development is highlighted.Keywords: Contextualized Teaching; interdisciplinarity; Chemistry, Languages and Literature.
https://doi.org/10.23926/RPD.2526-2149.2020.v5.n1.p139-155.id527
PDF

Referências

ANTUNES, Irande. Aula de Português: encontro & interação. São Paulo: Parábola Editorial, 2003 – (Série Aula;1).

BARTH, Edna. Cupids and Red Roses: The Story of Valentine Symbols. New York: Clarion Books, 1974.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.

BRASIL. MEC. LDBEN-Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. D.O. U de 23 de Dezembro de 1996.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Química. MEC/SEF, 1999.

BRASIL. Secretaria de Educação Média e Tecnológica - Ministério da Educação e Cultura. PCN + Ensino Médio: Orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC/SEMTEC, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Orientações Curriculares Nacionais: Química. MEC/SEF, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. 2. ed. abr. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Orientações Curriculares Para o Ensino Médio – Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias. MEC/SEB, 2008.

COELHO, Juliana. Cardoso. MARQUES, Carlos. Alberto. Contribuições freireanas para a contextualização no ensino de Química. Ensaio, n. 1, v. 09, p. 1-17, 2007.

FAZENDA, Ivani. Catarina. Arantes. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. São Paulo: Loyola, 1979.

FERRANTE, Elena. A amiga genial: infância, adolescência/tradução: Maurício Santana Dias. 1ª edição. São Paulo: Biblioteca Azul, 2015.

JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Editora Imago, 1976.

JORGENSON, Danny. Participant Observation: A methodology for human studies. Newbury Park, CA: Sage Publications, 1989.

MARTINS, Heloisa. Helena T. de Souza. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.30, n.2, p. 289-300, maio/ago. 2004.

MORIN, Edgar. Educação e complexidade, os sete saberes e outros ensaios. São Paulo: Cortez, 2005.

NUNES, César. Aparecido. Desvendando a sexualidade. 7. Ed. Campinas, SP: Papirus, 2005.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Mutações da literatura no século XXI. 1ª edição – São Paulo: Companhia da Letras, 2016.

SAVIANI, Dermeval. Educação do senso comum à consciência filosófica. Autores Associados, 2007.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos; MORTIMER. Eduardo. Fleury. Abordagem de aspectos sociocientíficos em aulas de ciências: possibilidades e limitações. Investigações em Ensino de Ciências, v. 14, n. 2, p. 191-218, 2009.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos; SCHNETZLER, Roseli. Pacheco. Educação em química: compromisso com a cidadania. Ijuí: Editora da UNIJUÍ, 1997.

SILVA, Erivanildo Lopes da. Contextualização no Ensino de Química: ideias e proposições de um grupo de professores, 2007. 144 f. Dissertação (mestrado em Ensino de Ciências) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.

SPRADLEY, James. Participant observation. New York: Holt, Rinehart & Winston, INC, 1980.

THIESEN, Juares da Silva. A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino aprendizagem. Revista Brasileira de Educação. V.13, n. 39, set/dez. 2008.

ZAGO, Nadir. (Org.). Itinerários de Pesquisa – perspectivas qualitativas em Sociologia da Educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

Downloads

Não há dados estatísticos.