INTEGRANDO EDUCOMUNICAÇÃO E GAMIFICAÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA ENSINAR SUSTENTABILIDADE E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Márcia Regina Kaminski, Denis Antônio Silva, Clodis Boscarioli

Resumo


Resumo: Considerando a relevância que representam, Sustentabilidade e Alimentação Saudável são temas frequentemente discutidos no ambiente escolar. Todavia, mais que apenas abordar esses assuntos, é preciso auxiliar os estudantes a atribuir-lhes significado, de modo que o aprendizado passe a ser observado em atitudes cotidianas compatíveis. Assim, buscando uma abordagem significativa desses conteúdos curriculares, este artigo descreve uma experiência realizada em uma escola pública municipal com 53 alunos de 5º ano do Ensino Fundamental, com os quais foram abordados os temas Sustentabilidade e Alimentação Saudável em um projeto que incluiu dez aulas sequenciais desenvolvidas no Laboratório de Informática e no pátio da escola. As atividades compreenderam o trabalho com Educomunicação por meio da discussão de reportagens televisivas, gamificação por meio de um caça QR Code e de uma atividade com Kahoot e do protagonismo dos estudantes, que após as atividades iniciais desenvolveram uma campanha de conscientização na escola. A motivação e o engajamento dos estudantes em desempenhar as atividades estão entre os principais resultados alcançados e, em consequência disso, ocorreu a melhor compreensão dos conteúdos, que refletiu em mudanças de atitudes em relação aos cuidados com o meio ambiente e com a alimentação saudável, que puderam ser observadas no cotidiano escolar e familiar.

Palavras-chave: Educomunicação. Gamificação. Protagonismo estudantil. Educação básica. Tecnologias digitais.

 

Abstract: Sustainability and Healthy Eating are important topics that are often discussed in the school environment. However, rather than just addressing these issues, it is necessary to help students attribute meaning to them, so that learning can be observed in compatible attitudes daily. This article describes a practice carried out in a municipal public school with 53 students in the 5th year of elementary school, with which the topics Sustainability and Healthy Eating were approached in a project that comprised ten sequential classes developed in the Computer Laboratory and in the school yard. The activities included the work with educommunication through the discussion of television reports, gamification through a QR Code hunting and an activity with Kahoot and the protagonism of the students, who after the initial activities developed an awareness campaign on the topic in the school. The students' motivation and commitment to perform the activities are among the main results achieved and, consequently, a better understanding of the contents occurred, reflecting changes in attitudes towards the care of the environment and healthy eating that could be observed in school and family life.

Keywords: Educommunication. Gamification. Student protagonism. Basic education. Digital technologies.

Palavras-chave


Educomunicação; Gamificação; Protagonismo estudantil; Educação básica; Tecnologias digitais.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Jessica Gonçalves de; SCARELI, Giovana. Educomunicação: Práticas e Perspectivas – Uma Análise das Ações do Instituto recriando em Sergipe. In: SIMPÓSIO EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO, 3., 2012, Aracajú. Anais. Aracajú: Unit, 2012. p. 435 - 446. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2018.

ANJOS, Mayara Abadia Delfino dos. Rádio Romeiro e o Uso da Educomunicação na Festa de Nossa Senhora da Abadia em Romaria. Revista Triângulo, Minas Gerais, v. 6, n. 2, p. 16-27, 2013. Disponível em: Acessado em: 28 ago. 2018.

CARVALHO, Ana Amélia A. Apps para ensinar e para aprender na era mobile-learning. In: CARVALHO, Ana Amélia A. (Org.). Apps para dispositivos móveis: manual para professores, formadores e bibliotecários. Lisboa: Ministério da Educação de Portugal, 2015. Cap. 1. p. 9-18. Disponível em: . Acesso em: 11 mar. 2018.

CRUZ, Sónia. QR Code: um código que pode dizer muito. In: CARVALHO, Ana Amélia A. (Org.). Apps para dispositivos móveis: manual para professores, formadores e bibliotecários. Lisboa: Ministério da Educação de Portugal, 2015. Cap. 1. p. 259-268. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2018.

DAI, Alvaro; STRIEDER, Dulce Maria. A horta escolar como espaço de aprendizagem no ensino de Ciências: relato de experiência. In: MALACARNE, Vilmar; STRIEDER, Dulce Maria. (Org). O Ensino de Ciências e Matemática: Concepções e práticas. São Leopoldo: Trajetos Editorial, 2017. p. 37-61.

DELLOS, Ryan. Kahoot! A digital game resource for learning. International Journal of Instructional Technology and Distance Learning, Pennsylvania, v. 12, n. 4, p.59-52, abr. 2015. Disponível em: . Acesso em: 11 ago. 2018.

GUIMARÃES, Daniela. Kahoot: quizzes, debates e sondagens. In: CARVALHO, Ana Amélia A. Apps para dispositivos móveis: manual para professores, formadores e bibliotecários. República Portuguesa: Ministério da Educação Direção-geral da Educação, 2015. p. 203-224. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2018.

LOURENÇO, Silene de A. G. Educomunicação e Currículo Escolar. In: II CONGRESSO MUNDIAL IBERO-AMERICANO (CONFIBERCOM), 2014, Braga. Anais do II Congresso Mundial Ibero-Amerciano (Confibercom). Braga: Confibercom, 2014. v. 1. p. 776-783.

MALUSÁ, Silvana; QUEIROZ Adolpho; SILVA, Adriene Sttéfane;

MOURA, Maria Aparecida da Silva. Pedagogia de Projetos e Educomunicação: Uma Parceria de Sucesso. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, v. 14, n. 27, 2017. Disponível em: Acessado em: 24 ago. 2018.

MORAN, José. Metodologias ativas para uma aprendizagem mais profunda. In: BACICH, Lilian; MORAN, José (Org.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. São Paulo: Penso, 2018. Parte. 1. p. 1-25

SANTOS, Paulo Roberto dos. O Ensino de Ciências e a Ideia de Cidadania. In: Mirandum, ano X, n. 17, p. 25-34 – IJI – Universidade do Porto (Portugal): Ed. Mandruvá. 2006. Disponível em . Acesso em: 08/10/2017.

SILVA, Denis Antônio; DIAS, Raquel R.; Flippert, Vania de Fátima T.; BOSCARIOLI, Clodis. Usando Smartphones, QR Code e Games of Thrones para gamificar o Ensino e Aprendizagem de Termometria. Anais do XXIII WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA (WIE 2017), Recife, p.658-666, out. 2017. Disponível em: . Acesso em: 11 ago. 2018.

SILVA, Priscila Kalinke da. A Educomunicação Como Recurso Para A Educação Para Os Meios. Vidya, Santa Maria, v. 30, n. 1, p.61-69, jun. 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2018.

VIEIRA, Liliana de Sousa; COUTINHO, Clara Pereira. Mobile learning: perspectivando o potencial do QR Code na Educação. RepositórioUM, Porto, p.73-91, mar. 2013. Disponível em: . Acesso em: 11 ago. 2018.

WALASWICK, Raul Sidnei. Metodologia de pesquisa para Ciência da Computação. Rio de Janeiro: Editora Elsevier, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.23926/RPD.2526-2149.2018.v3.n2.p595-609.id259

Apontamentos

  • Não há apontamentos.