A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TECNOLÓGICA NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: CONCEPÇÕES E CONTRADIÇÕES
PDF

Palavras-chave

Educação Profissional e Tecnológica
Novo Ensino Médio
Base Nacional Comum Curricular
Formação Integral.

Como Citar

CORREIA, D. A.; MALDANER, J. J.; CAVALCANTE, R. P.; SOUSA, W. A. DE. A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TECNOLÓGICA NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: CONCEPÇÕES E CONTRADIÇÕES. Revista Prática Docente, v. 5, n. 1, p. 563-581, 1 maio 2020.

Resumo

Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar e discutir as concepções e contradições constantes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), sobre Educação Profissional Técnica de Nível Médio (EPTNM). Para a realização do estudo procedeu-se criterioso levantamento bibliográfico de cunho teórico sobre a temática em questão. Revisou fontes teóricas sobre educação e EPTNM, formação humanística e currículo integrado na perspectiva da politecnia. Fez-se análise documental da Lei 13.415/2017 e da BNCC, à luz dos aportes do materialismo histórico-dialético enquanto filosofia, teoria e método para a compreensão da realidade, dos conceitos e das contradições envolvendo a EPTNM e sua reconfiguração na atual política de reforma do ensino médio brasileiro. Considerou sua história e a formação técnica integrada na perspectiva omnilateral. Os resultados indicam que, as concepções de EPTNM e sua reconfiguração, no texto da BNCC, ficaram restringidas aos itinerários formativos constatando que, quando se trata da educação integral, há muitas contradições.Palavras-chave: Educação Profissional Tecnológica; Novo Ensino Médio; Base Nacional Comum Curricular; Formação Integral. Abstract: This article aims to analyze and discuss the conceptions and contradictions contained in the National Common Curricular Base-BNCC, on High School Technical Professional Education (EPTNM). In order to carry out the study, a thorough theoretical bibliographic survey about the topic was conducted. Theoretical framework for Education and EPTNM, human development and integrated curriculum from the polytechnic perspective were reviewed. Document analysis, the Law 13.415/2017 and the BNCC, were accomplished in light of the historical-dialectic materialism contributions as a philosophy, theory and method for reality understanding, concepts and contradictions involving EPTNM and its reconfiguration in the current Brazilian policy for high school reform. Its history and integrated technical formation from the omnilateral perspective were considered as well. The results indicate that EPTNM concepts and its reconfiguration in the BNCC text were restricted to the formative itineraries, highlighting that, when it comes to integral education, there are many contradictions.Keywords: Technological Professional Education; New High School; Common National Curricular Base; Integral Formation.
https://doi.org/10.23926/RPD.2526-2149.2020.v5.n1.p563-581.id618
PDF

Referências

BRASIL. PARECER CNE/CEB Nº 16 de 21 de janeiro de 1999. Trata das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico. Brasília: 1999.

BRASIL. Relatório Brasil no PISA 2018. Versão Preliminar. inep 2019. Disponível em http://portal.inep.gov.br/acoes-internacionais/pisa/resultados. Acessado em: 27 de dezembro de 2019.

BRASIL (Governo Federal). Ministério da Educação. http://portal.mec.gov.br/publicacoes-para-professores/30000-uncategorised/40361-novo-ensino-medio-duvidas. 2017. Acessado em: 20 de dezembro de 2019.

BRASIL. Sistema de Avaliação da Educação Básica - Evidências da edição 2017. INEP 2018. Disponível em http://portal.mec.gov.br/. Acessado em: 27 de dezembro de 2019.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC. 2017. Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/a-base. Acessado em: 07 de dezembro de 2019

CIAVATTA, Maria. A formação integrada à escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. Revista Trabalho Necessário, v. 3, n. 3, 2005.

Diretrizes curriculares Nacionais da educação profissional de nível médio técnico. Resolução CNE/CEB nº 6, de 20 de setembro de 2012 - Define Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio.

ESCOTT, Clarice Monteiro; MORAES, Márcia Amaral Correa de. História da educação profissional no Brasil: as políticas públicas e o novo cenário de formação de professores nos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. IX Seminário Nacional de Estudos e Pesquisas “História, Sociedade e Educação no Brasil”. Anais Eletrônicos, p. 1492-1508, 2012.

Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014.

Lei 13.415 de 16 de fevereiro de 2017. Institui a política de fomento à implementação de Escolas de Ensino Médio em tempo integral. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm. Acessado em 04 de dezembro de 2019.

MOURA, Dante Henrique; FILHO, Domingos Leite Lima e SILVA, Mônica Ribeiro. Politecnia e formação integrada: confrontos conceituais, projetos políticos e contradições históricas da educação brasileira. Rev. Bras. Educ. [online]. 2015, vol.20, n.63, pp.1057-1080. ISSN 1413-2478. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782015206313.

NOVO ensino médio - perguntas e respostas. Ministério da Educação. 2017. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=40361. Acessado em: 10 de dezembro de 2019.

RAMOS, Marise Nogueira. História e política da educação profissional. Curitiba: Instituto Federal do Paraná, 2014.

SAVIANI, Dermeval. Sobre a concepção de politecnia. Rio de JaneiroRio de Janeiro: Politécnico da Saúde Joaquim Venâncio, 1989.

Downloads

Não há dados estatísticos.