EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO: LIMITES E POSSIBILIDADES DE UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO
PDF

Palavras-chave

Educação
Conhecimento
Educação Profissionalizante
Currículo.

Como Citar

ALMEIDA, L. DE; MARTINS, F. D. EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO: LIMITES E POSSIBILIDADES DE UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO. Revista Prática Docente, v. 5, n. 1, p. 100-120, 1 maio 2020.

Resumo

Resumo: O presente artigo tem por objetivo identificar e analisar os limites e possibilidades de uma proposta de intervenção, desenvolvida no ano de 2019 junto aos alunos dos Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio de um campus do Instituto Federal Farroupilha. Para isso, esta investigação de natureza qualitativa e de caráter descritivo, referenciada na perspectiva metodológica da pesquisa-ação, foi organizada em quatro fases interligadas: planejamento, ação, descrição e avaliação. Teve um movimento contínuo e sistemático, contando com a participação de 396 alunos e dos 2 professores de EF do campus. Dentre os limites da proposta de intervenção, destacamos a dificuldade de promover uma integração de conhecimentos relacionados à educação básica e profissional. Nas possibilidades, a reafirmação da importância de nosso protagonismo na contingência de nossa ação interventiva e reflexiva, no tratamento dado ao caráter processual do conhecimento e no diálogo constante e sempre renovado pela crítica dos pares.Palavras-chave: Educação; Conhecimento; Educação Profissionalizante; Currículo. Abstract: This article aims to identify and analyze the limits and possibilities of an intervention proposal, developed in 2019 with students of Technical Courses Integrated to High School on a campus of the Federal Institute Farroupilha. In this sense, a qualitative and descriptive investigation, referenced under the methodological perspective of action research, was organized in four related phases: planning, action, description, and evaluation. There was a continuous and systematic movement, with the participation of 396 students and the 2 PE teachers on campus. Among the limits of the intervention proposal, we highlight the difficulty of promoting the integration of knowledge related to basic and professional education. In terms of possibilities, the reaffirmation of the importance of our role for an interventional and reflective action in the treatment given to the procedural nature of knowledge, and in the constant and always renewed dialogue by the criticism of peers.Keywords: Education; Knowledge; Vocational Education; Curriculum.
https://doi.org/10.23926/RPD.2526-2149.2020.v5.n1.p100-120.id635
PDF

Referências

ALMEIDA, Luciano de; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. Indicativos para pensar uma proposta para a Educação Física escolar: da elaboração ao diálogo com a intervenção. Lúdica Pedagógica, v. 1, n. 28. Disponível em: <https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/LP/article/view/9430>. Acesso em: 03 jan. de 2019.

ALMEIDA, Luciano de; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. A relação teoria-prática na educação física escolar: desdobramentos para pensar um “programa mínimo”. Kinesis, v. 32, n. 2, dez. 2014. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/16503>. Acesso em: 06 out. 2018.

ALMEIDA, Luciano de; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. O que ensinar e aprender nas aulas de educação física na escola? Revista Digital Efdeportes, Buenos Aires, ano 11, n, 102, novembro, 2006. Disponível em <https://www.efdeportes.com/efd102/aulasef.htm>. Acesso em: 10 out. 2018.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 6 ed. Lisboa: Edições 70, 2011.

BETTI, Mauro. O que a semiótica inspira ao ensino da educação física. Discorpo, São Paulo, n. 3, p. 25-45, 1994.

BETTI, Mauro; FRANCO, Maria Amélia Santoro. Pesquisa-ação. In: GONZÁLEZ, Fernando Jaime; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. (Orgs.). Dicionário crítico de educação física. 3. edição revisada e ampliada. Ijuí: Unijuí, 2014. p. 502-508.

BRACHT, Valter. Educação física & ciência: cenas de um casamento (in)feliz. 2. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. 2ª versão. Brasília, 2016.

BRASIL. Casa Civil. Lei n. 11.892 de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. 2008.

BRASIL. MEC. Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada ao Ensino Médio. Documento base. Brasília, 2007.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: educação física. Brasília: Secretaria de Educação Fundamental, 1998.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino da educação física. São Paulo: Cortez, 1992.

FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo; GONZÁLEZ, Fernando Jaime. Educação Física escolar: a difícil e incontornável relação teoria e prática. Motrivivência. Florianópolis, ano 19, n. 28, p. 27-37, jul. 2007. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/9123/9549>. Acesso em: 26 jan. 2019.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Tradução de Flávio Paulo Meurer; revisão da tradução de Enio Paulo Giachini. 10. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

GONZÁLEZ, Fernando Jaime. Sistema de classificação dos esportes. In: REZER, R. (Org.): O fenômeno esportivo: ensaio crítico-reflexivos. Chapecó: Argos, 2006. p. 111-121.

GONZÁLEZ, Fernando Jaime; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. Entre o “não mais” e o “ainda não”: pensando saídas do “não-lugar” da EF escolar II. Cadernos de Formação RBCE. v.1, n. 2, p. 10-21, mar. 2010. Disponível em: <http://revista.cbce.org.br/index.php/cadernos/article/view/978/561>. Acesso em: 29 mai. 2018.

GONZÁLEZ, Fernando Jaime; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. Entre o “não mais” e o “ainda não”: pensando saídas do “não-lugar” da EF escolar I. Cadernos de Formação RBCE. v. 1, n. 1, p. 9-24, set. 2009. Disponível em: <http://revista.cbce.org.br/index.php/cadernos/article/view/929/539>. Acesso em: 29 mai. 2018.

GONZÁLEZ, Fernando Jaime; FRAGA, Alex Branco. Afazeres da Educação Física na Escola: planejar, ensinar, partilhar. Erechim: Edelbra, 2012.

GONZÁLEZ, Fernando Jaime; FRAGA, Alex Branco. Referencial Curricular de Educação Física. In: RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Estado da Educação. Departamento Pedagógico. (Org.). Referenciais Curriculares do Estado do Rio Grande do Sul: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Porto Alegre: SE/DP, 2009, v. 2, p. 111-181.

KUNZ, Elenor. Transformação didático-pedagógica do esporte. 4. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2000.

MALDANER, Otávio Aloísio. A formação inicial e continuada de professores de Química: professores/pesquisadores. Ijuí: Editora Unijuí, 2006.

PROJETO ESPORTE BRASIL. Disponível em: <https://www.ufrgs.br/proesp/> Acesso em: 20 jul. 2018.

SACRISTÁN, José Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SACRISTÁN, José Gimeno; GÓMEZ, Ángel I. Perez. Compreender e transformar o ensino. 4. ed. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

SANTOMÉ, Jurjo Torres. Globalização e Interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

STERING, Silvia Maria Santos; ADAM, Joyce Mary. A reforma do ensino médio por meio da lei n° 13.415/2017 e seus impactos no ensino médio integrado dos institutos federais. Revista Prática Docente, Confresa, v. 4, n. 2, p. 869-886, jul/dez 2019. Disponível em: <http://periodicos.cfs.ifmt.edu.br/periodicos/index.php/rpd/article/view/560/232>. Acesso em: 20 jan. 2020.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 18. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 443-466, set./dez. 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a09v31n3.pdf>. Acesso em 03 jun. 2019.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução a pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

TUBINO, Manoel José Gomes. Dimensões sociais do esporte. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

VENÂNCIO, Luciana; SANCHES NETO, Luiz; BETTI, Mauro. Perspectivas da Pesquisa-Ação na Educação Física Escolar: indícios a partir de programas de pós-graduação. Revista Estreiadialogos, Braga, n. 1, p. 123-140, jul. 2018. Disponível em: < https://8835c378-42a1-4ae0-9760-5ce4b8d2d152.filesusr.com/ugd/eb8d33_4b6a51d4f11a49049dfefe0ca7b0218c.pdf>. Acesso em: 19 mar. 2020.

Downloads

Não há dados estatísticos.