TABULEIRO DE GENES
PDF

Palavras-chave

Learning
Education
Genetics
Courseware Aprendizagem
Educação
Genética
Material Didático

Como Citar

ALVES, T. C. R.; COSTA, M.; SOUSA, C. C. DE. TABULEIRO DE GENES: UMA FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DE BIOLOGIA. Revista Prática Docente, v. 5, n. 2, p. 1093-1110, 31 ago. 2020.

Resumo

Estudantes da educação básica apresentam dificuldades na assimilação dos conceitos de Genética; desse modo, o objetivo deste trabalho é apresentar o jogo “Tabuleiro de Genes” como ferramenta para o ensino de Genética. O jogo é constituído por um tabuleiro com 24 cartas contendo perguntas e respostas, confeccionado a partir de materiais alternativos e de fácil reprodutibilidade. Foi utilizado como procedimento metodológico a observação direta com a utilização de questionário de avaliação. O instrumento pedagógico foi aplicado em novembro de 2015. Participaram 23 discentes do 3º ano do Ensino Médio de uma escola pública, no município de Codó (MA). Ao aplicar o jogo, percebeu-se a importância em aliar a teoria com a prática. Também foi possível detectar a interação dos alunos, discutindo suas dúvidas e expressando ideias. Assim, o jogo atuou como um estimulador das atividades cognitivas, além de ampliar o contato de discentes com a Genética.
https://doi.org/10.23926/RPD.2526-2149.2020.v5.n2.p1093-1110.id738
PDF

Referências

ACRANI, Simone; BENEZE-JUNIOR, Roosevelt Antônio; NICULA, Beatriz Sales; PEIXOTO, Fernanda Ortiz; LOPES, Lane Astum; NOGUEIRA, Barbosa Rocha; FERNANDES, Raissa Dalila;

SANTOS, Paula Pereira Baptista Ferreira. A utilização de jogos didáticos como estratégia de aprendizagem no ensino de biologia. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 2, p. 7930-7935, 2016. Disponível em: http://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/6986. Acesso em: 28 de maio de 2020

AMORIM, Myrna Cecília Martins dos Santos; OLIVEIRA, Eloiza Silva Gomes; SANTOS, Joel André Ferreira; QUADROS, João Roberto de Toledo. Aprendizagem e Jogos: diálogo com alunos do ensino médio-técnico. Educação & Realidade, v. 41, n. 1, p. 91-115, 2016. Disponível em: http://scielo.br/scielo.php?pid=S217562362016000100091&script=sci_arttext. Acesso em: 29 de maio de 2020.

ARAÚJO, Alcione Maria de Sá Cavalcante. Lúdico: aprender de forma prazerosa. Caderno de Pesquisa, São Luís, v. 19, n. 3, 2012. Disponível em: http://www.pppg.ufma.br/cadernosdepesquisa/uploads/files/Artigo%205(41).pdf. Acesso em: 07 de maio de 2020.

BISSOLI, Anna Carolinne Ferreira; DOS SANTOS, Gustavo Antunes; CONDE, Sandro José. Produção de materiais didáticos para o ensino de genética na implementação da sala de aula invertida. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 13, n. 2, p. 468-478, 2018. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/11440. Acesso em: 27 de maio de 2020.

BELMIRO, Michel Stórquio; DE BARROS, Marcelo Diniz Monteiro. Ensino de genética no ensino médio: uma análise estatística das concepções prévias de estudantes pré-universitários. Revista Práxis, v. 9, n. 17, p. 95-102, 2017. Disponível em: http://revistas.unifoa.edu.br/index.php/praxis/article/view/771. Acesso em: 27 de maio de 2020.

BRÃO, Ariane Francielle Silva; PEREIRA, Ana Maria Teresa Benevides. Biotécnétika: possibilidade do jogo no ensino de genética. Revista Electrónica de Enseñanza e las Ciencias, v. 14, n. 1, p. 55-76, 2015. Disponível em: http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen14/REEC_14_1_4_ex826.pdf. Acesso em: 30 de maio de 2020.

CABRERA, Waldirléia Baragatti. A LUDICIDADE PARA O ENSINO MÉDIO NA DISCIPLINA DE BIOLOGIA: Contribuições ao processo de aprendizagem em conformidade com os pressupostos teóricos da Aprendizagem Significativa. 2007. 159f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2007. Disponível em: https://www.sapili.org/livros/pt/cp025038.pdf Acesso em: 27 de abril de 2020.

CASTELÃO, Talita Borges; AMABIS, José Mariano. Motivação e ensino de genética: um enfoque atribucional. Resumos do 54º Congresso Brasileiro de Genética, 16-19 de setembro, 2008.

FIALHO, Neusa Nogueira. OS JOGOS PEDAGÓGICOS COMO FERRAMENTAS DE ENSINO. Área Temática: Educação: Teorias, Metodologias e Práticas. 2008. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2008/293_114.pdf. Acesso em: 07 de maio de 2020.

GRIFFITHS, Anthony; WESSLER, Susan; CARROL, Sean; DOEBLEY, John. Introdução à Genética. 11ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2016.

KRASILCHIK, Myriam. Prática de ensino de biologia. Edusp, 2004.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. Cortez editora, 2017.

MARTINS, Isabel Cristina Pinto; BRAGA, Petrônio Emanuel Timbó. Jogo didático como estratégia para o ensino de divisão celular. Essentia-Revista de Cultura, Ciência e Tecnologia da UVA, v. 16, n. 2, 2015. Disponível em: https://essentia.uvanet.br/index.php/ESSENTIA/article/view/27. Acesso em: 28 de maio de 2020.

MARTINS, Marina Costa; BARATELI, Luciana Oliveira; SILVA, Rodrigo Santos. Bioquímica da fotossíntese: O lúdico norteando a construção da aprendizagem. Revista CTS IFG Luziânia, v. 1, n. 2, 2017. Disponível em: http://cts.luziania.ifg.edu.br/index.php/CTS1/article/view/84. Acesso em: 07 de maio de 2020.

MASCARENHAS, Marcia de Jesus Oliveira; SILVA, Vanessa Campos; MARTINS, Paula Regina Pereira; FRAGA, Elmary da Costa; BARROS, Maria Claudene. Estratégias metodológicas para o ensino de genética em escola pública. Pesquisa em foco, v. 21, n. 2, 2016. Disponível em: http://ppg.revistas.uema.br/index.php/PESQUISA_EM_FOCO/article/view/1216. Acesso em: 28 de maio de 2020.

MELO, José Romário de; CARMO, Edinaldo Medeiros. Investigações sobre o ensino de genética e biologia molecular no ensino médio brasileiro: reflexões sobre as publicações científicas. Ciência & Educação (Bauru), v. 15, n. 3, p. 592-611, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S151673132009000300009&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 07 de maio de 2020.

OLIVEIRA Rosa, Letícia; Mota, Fernanda Neves Normando; OLIVEIRA, Francisco Claudemir; BATISTA, Fani Tamires Sousa; DRFS, Yosie Dias Serrão; ROSA, Letícia de Oliveira. Jogo Bozó Genético: uma proposta didática como alternativa para o ensino da replicação do DNA no ensino médio. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 14, n. 3, p. 57-67, 2016.

PEDROSO, Carla Vargas. Jogos didáticos no ensino de Biologia: uma proposta metodológica baseada em módulo didático. Eixo Temático: Didática: Teorias, Metodologias e Práticas, v.9, n.1, p. 3182-3190, 2009. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2009/2944_1408.pdf. Acesso em: 27 de abril de 2020.

PEREIRA, Sara Souza; DA CUNHA, Joyciane Santiago; LIMA, Eldianne Moreira. Estratégias didático-pedagógicas para o ensino-aprendizagem de Genética. Investigações em Ensino de Ciências, v. 25, n. 1, p. 41-59, 2020. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/1462. Acesso em: 30 de maio de 2020.

REZENDE, Leandro Pereira; GOMES, Sâmea Cristina Santos. Uso de modelos didáticos no Ensino de Genética: estratégias metodológicas para o aprendizado. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v. 8, n. 2, 2018. Disponível em: http://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/recm/article/view/4447. Acesso em: 29 de maio de 2020.

SANTOS, Maurício Araújo; FREITAS, Wanderson Lopes dos Santos, LIMA, Sintiane Maria de Sá; LIMA, Michelle Mara de Oliveira. A genética no contexto de sala de aula: dificuldades e desafios em uma escola pública de Floriano-PI. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 1, p. 19-30, 2018. Disponível em: http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/1300. Acesso: em 30 de maio de 2020.

SILVA, Sergivaldo Leite. Os conteúdos da genética a partir do jogo didático trilha das ervilhas. 2019. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pernambuco.

SOARES, Vanessa Fernandes; CORREIA, Bruna Gomes; MELO, Quitéria Maria; SILVA, Chryslane Barbosa; SILVA, Kelly Barbosa; PEREIRA, Carla Karine Barbosa. A relevância dos jogos didáticos como ferramenta para auxílio do processo de ensino-aprendizagem de Biologia. Diversitas Journal, v. 1, n. 1, p. 64-67, 2016. Disponível em: https://periodicos.ifal.edu.br/diversitas_journal/article/view/295. Acesso em: 27 de maio de 2020.

SOUSA, Edjéssica Siqueira de; NUNES-JUNIOR, Francisco Holanda; CAVALCANTE, Cícero Antonio Maia; HOLANDA, Denise de Araújo Silva. A Genética Em Sala De Aula: Uma Análise Das Percepções E Metodologias Empregadas Por Professores Das Escolas Públicas Estaduais De Jaguaribe Ceará. Conexões-Ciência e Tecnologia, v. 10, n. 4, p. 16-24, 2017. Disponível em: http://www.conexoes.ifce.edu.br/index.php/conexoes/article/view/1106. Acesso em: 20 de maio de 2020.

VENTURINI, Andressa Monteiro; SOUZA, Leandro Fonseca; DIAS, Naissa Maria Silvestre; MONTEIRO-VITORELLO, Claudia Barros; QUECINE, Maria Carolina. Aulas Práticas de Laboratório como Método de Ensino de Genética Molecular. Revista de Graduação USP, v. 3, n. 2, p. 81-85, 2018. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/gradmais/article/view/147909. Acesso em: 28 de maio de 2020.

RIVAS, Priscila; PINHO, Jaqueline; BRENHA, Sérgio Luís. Experimentos em genética e bioquímica: motivação e aprendizado em alunos do ensino médio de uma escola pública do estado do maranhão. Ensino, Saude e Ambiente, v. 4, n. 1, 2011. Disponível em: https://periodicos.uff.br/ensinosaudeambiente/article/view/21098. Acesso em: 30 de maio de 2020.

Creative Commons License

Este trabalho está licensiado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 A Revista Prática Docente tem o direito de primeira publicação

Downloads

Não há dados estatísticos.