DESENVOLVENDO AS CAPACIDADES DE LINGUAGEM NA PRODUÇÃO DO GÊNERO DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS (HQS)

Thiago Silva e Silva, Áustria Rodrigues Brito

Resumo


Resumo: Com ênfase no desenvolvimento das capacidades de linguagem requeridas no momento de produção de um texto, o presente artigo pretende analisar, quantitativa e qualitativamente, os avanços nas produções textuais no gênero história em quadrinhos (HQs), de doze alunos da 8ª série, turma vespertina, de uma escola municipal de Barra do Corda – MA, as quais foram produzidas pelos referidos discentes durante a pesquisa realizada, entre agosto e dezembro de 2016, no âmbito do Programa de Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS), ofertado pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). Tal pesquisa, embasada nos estudos teóricos de Bakhtin (2011), Gonçalves (2010), Mendonça (2010), Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004), entre outros, aplicou uma Sequência Didática (SD) elaborada a partir das dificuldades dos alunos partícipes da pesquisa identificadas na produção inicial (T1), onde ao longo da SD, foram propostas, após a execução dos módulos que a compunham, mais duas reescritas da T1. As análises aqui presentes indicam que, após as intervenções, houve avanço substancial na produção textual dos alunos pesquisados no tocante às capacidades de ação, discursivas e linguístico-discursivas.

Palavras-chave: Capacidades de linguagem. História em quadrinhos. Produção textual.

 

Abstract: With the emphasis on the development of the language abilities required at the time of producing a text, this article intends to analyze, quantitatively and qualitatively, the advances in the production of texts in the genre comics (HQs), of twelve students of the 8th grade, which were produced by the mentioned students during the survey conducted between August and December 2016, within the scope of the professional master 's program in Literature (PROFLETRAS), offered by Federal University of Southern and Southeastern Pará (UNIFESSPA). This research, which was based on the theoretical studies of Bakhtin (2011), Gonçalves (2010), Mendonça (2010), Dolz, Noverraz and Schneuwly (2004), among others, applied a Didactic Sequence students who participated in the research identified in the initial production (T1), where they were proposed, after the execution of the modules that composed it, two more rescripts of T1. The present analyzes indicate that, after the interventions, there was a substantial advance in the textual production of the students researched in terms of the capacities of action, discursive and linguistic-discursive.

Keywords: Language skills. Comic books. Text production.

Palavras-chave


Capacidades de linguagem; História em quadrinhos (HQs); Produção textual.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, I. C. Língua, texto e ensino: outra escola possível. 2ª Edição. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 6ª ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Parâmetros curriculares nacionais: Primeira parte: língua portuguesa/ Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

DOLZ, J. e SCHNEUWLY, B. Gêneros orais e escritos na escola. Tradução e organização Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2004.

GONCALVES, A. V. Gêneros Textuais na Escola: da compreensão à produção. Dourados, MS: UFGD, 2010.

KOCH, I. V. Desvendando os segredos do texto. 5ª Edição. São Paulo: Cortez, 2006.

MARCUSCHI, L. A. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MENDONÇA. Márcia Rodrigues de Souza. Um gênero quadro a quadro: a história em quadrinhos. In: DIONISIO, A. P.; MACHADO, A.R.; BEZERRA, M. A. (orgs.). Gêneros Textuais e Ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2010. p.19 - 38.

ROJO, R. Gêneros do discurso e gêneros textuais: questões teóricas e aplicadas. In: MEURER, J. L.; BONINI, A.; MOTTA-ROTH, D. Gêneros: teorias, métodos, debates. São Paulo: Parábola, 2005. p. 18.

TEBEROSKY, A. Aprendendo a escrever: perspectivas psicológicas e implicações educacionais. Tradução de Cláudia Schilling. 3. ed. São Paulo: Ática, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.23926/RPD.2526-2149.2018.v3.n2.p437-444.id224

Apontamentos

  • Não há apontamentos.