TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO E AS METODOLOGIAS ATIVAS: ELEMENTOS PARA O TRABALHO DOCENTE NO ENSINO SUPERIOR

Priscila Miranda de Carvalho Coletto, Okçana Battini, Edenar Monteiro

Resumo


Resumo: A utilização da Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) e das metodologias ativas no espaço universitário apontam para uma nova forma de estabelecer o trabalho e papel dos professores e alunos no processo de ensino aprendizagem. Nesse sentido, esse artigo traz os resultados de uma pesquisa que teve como objetivo compreender a percepção dos docentes do curso de Enfermagem sobre a utilização das TDICs como elementos mediadores da aprendizagem. Trata-se de uma pesquisa de caráter qualitativo realizada por meio estudo de caso com 6 professores do curso de Enfermagem de uma universidade privada do estado de Goiás. A incorporação das ferramentas tecnológica tende a uma prática pedagógica mais enriquecedora, potencializando a interação e integração bem como a capacidade de compreensão dos conhecimentos, por parte de professores e alunos. Na área de Enfermagem, grandes esforços têm sido realizados com a finalidade de extrair maiores benefícios da utilização das TDICs para obter e/ou garantir um grau maior de qualidade no Ensino. Diante disso permitiu apontar que o ensino de enfermagem mediado pelo uso das TDICs configura-se um desafio exigindo dos alunos, docentes e instituições de ensino superior mudanças na postura frente ao processo educacional.

Palavras-chave: Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação. Ensino de Enfermagem. Trabalho Docente. Formação de Professores.

 

Abstract: The use of Digital Information and Communication Technologies TDICs and the active methodologies in the university space point to a new way of establishing the work and role of teachers and students in the process of teaching learning. In this sense, this research aimed to understand the perception of teachers of the Nursing course on the use of TDICs as mediators of learning. It is a qualitative research carried out through a bibliographical survey and case study with 6 teachers of the Nursing course of a Private University of the State of Goiás. The incorporation of technological tools tends to a more enriching pedagogical practice, interaction and integration as well as the ability to understand the knowledge, by teachers and students. In the Nursing area, great efforts have been made to extract greater benefits from the use of the TDICs to obtain and / or guarantee a higher degree of quality in the Teaching. Given this, it was possible to point out that nursing education mediated by the use of TDICs is a challenge requiring students, teachers and institutions of higher education changes in the posture in front of the educational process.

Keywords: Digital Information and Communication Technologies. Nursing education. Teaching Work. Teacher training.


Palavras-chave


Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação; Ensino de Enfermagem; Trabalho Docente; Formação de Professores.

Texto completo:

PDF

Referências


BACICH, L.; MORAN, J. Aprender e ensinar com foco na educação híbrida. In: Revista Pátio, nº25, p.45-47. São Paulo: ECA/USP, 2015. Disponível em: < http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2015/07/hibrida.pdf > Acesso em: 13 jun. 2018.

BACICH, L.; MORAN, J.M. Metodologias Ativas para uma Educação Inovadora: Uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018.

BARDIN, L. Análise de conteúdo (3ª ed.). Lisboa, Portugal: Edições 70, 223p. 2004.

BARTOLOMÉ, A.R. Nuevas tecnologías em el aula. Barcelona: Grão, 1999

BEHRENS, Marilda Aparecida. O paradigma emergente e a prática pedagógica. Curitiba: Champagnat, 1999.

Brasil. RESOLUÇÃO CNE/CES Nº 3, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf

BUCKINGHAM, D. Cultura digital, educação midiática e o lugar da escolarização. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 37-58, 2010. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/13077/10270 . Acesso em: 12 out. 2018.

CARVALHO, A. A de A. KLS 2.0: uma ferramenta disruptiva de ensino. Dissertação de Mestrado em Ensino. Universidade de Cuiabá. 2018.

FRANÇA, C. S.; BATTINI, O. Formação de professores e politicas publicas educacionais: qual a função das tecnologias de informação e comunicação no espaço escolar?. ÁGORA, Porto Alegre, Ano 6, jul/dez.2015.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus, 2003.

KLEIMAN, Angela B. Os significados do letramento. Campinas, S.P.: Mercado de Letras, 1995.

LEVY. P. Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora, 2008.

LIBÂNEO, J. C. Prefácio. In: GUIMARÃES, V.S. Formação de Professores: saberes, identidade e profissão. 5ª ed. Campinas/SP: Papirus, 2010.

LOPES, M. V. O.; SILVA, V. M.; ARAÚJO, T. L. Observation mediated by computer - professional report. Online Braz J Nurs, 2006; 5(2).

MARTINELLI, Maria Lúcia (org): Pesquisa Qualitativa: um instigante desafio. São Paulo, Veras Editora, 1999.

MORAN, J. M., MASETTO, M. T. & BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas, SP: Papirus. 2000.

NÓVOA, A. Professores imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009. Disponível: http://www.slideshare.net/mzylb/antonio-novoa-novo-livro

OSCARELLI, C.V; RIBEIRO, Ana Elisa (Orgs). Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. 2. ed. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica, 2007

PACHECO, Samuel Bueno. 1997. Internet: As relações de ensino-aprendizagem no hiperespaço. Tecnologia Educacional. v.25, n.136, 137, mai/jun/jul/ago.1997.

PERRENOUD, P. A prática reflexiva no ofício de professor: profissionalização e razão pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2002.

REIS,M. A; Nantes, E. A. S ; MACIEL, C. M. L. A: Letramento digital: uma investigação da teoria à prática docente de professores do estado de Mato Grosso . Instituto Federal de Mato Grosso - Campus Confresa Revista Prática Docente. v. 3, n. 1, p. 249-262, jan/jun 2018.

ROJO, Roxane; ALMEIDA, Eduardo de Moura. Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editora, 2012.

ROJO, Roxane; ALMEIDA, Eduardo de Moura.Letramentos múltiplos, escola e inclusão social. São Paulo: Parábola, 2009

SCHEFFER S. da S, A.P, RUBIM P., EVA N., Autonomia no processo de construção do conhecimento de alunos de enfermagem: o chat educacional como ferramenta de ensino. Revista Latino-Americana de Enfermagem [en linea] 2010, 18 (Abril-Sin mes) : [Fecha de consulta: 13 de octubre de 2018] Disponible en:

SCHÖN, D. A. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, António (Coord). Os professores e a sua formação. 2. ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

SCHWAB, K. A quarta revolução industrial. Disponível em: https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:65nG8zZQNcsJ:https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4212041/mod_folder/content/0/Schwab%2520%25282016%2529%2520A%2520quarta%2520revolucao%2520industrial.pdf%3Fforcedownload%3D1+&cd=2&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br Acesso em 10/10/2018

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

TANAKA, R. Y.; CATALAN, V. M.; ZEMIACK, J.; PEDRO, E. N. R.; COGO, A. L. P.; SILVEIRA, D. T. Objeto educacional digital: avaliação da ferramenta para prática de ensino em enfermagem. Acta paul. enferm. [serial on the Internet]. 2010; 23(5): 603-607

TAVARES I.; COSTA P; OLIVEIJO T, F. Hipermídias para o ensino de enfermagem em ambiente digital de aprendizagem. CIET: EnPED, [S.l.], maio 2018. ISSN 2316-8722. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2018.

VALATIS, R. K.; SWORD, W. A.; JONES, B.; HODGES, A. Problem-based learning online: perceptions of health science students. Adv Health Sci Educ Theory Pract. 2005; 10(3):231- 52.




DOI: http://dx.doi.org/10.23926/RPD.2526-2149.2018.v3.n2.p798-812.id281

Apontamentos

  • Não há apontamentos.