UMA AVALIAÇÃO INICIAL DO CURSO DE LICENCIATURA INTEGRADA EM MATEMÁTICA E FÍSICA DA UFOPA/PA
PDF
.

Métricas

  • Visualizações 461
  • PDF downloads: 93

Palavras-chave

Avaliação
Formação docente
PPC.

Como Citar

MAFRA, J. R. e S.; RABELO, N. M.; SANTOS, L. C. A. dos; SILVA, C. A. S. da. UMA AVALIAÇÃO INICIAL DO CURSO DE LICENCIATURA INTEGRADA EM MATEMÁTICA E FÍSICA DA UFOPA/PA. Revista Prática Docente, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 411-430, 2019. DOI: 10.23926/RPD.2526-2149.2019.v4.n2.p411-430.id464. Disponível em: http://periodicos.cfs.ifmt.edu.br/periodicos/index.php/rpd/article/view/464. Acesso em: 20 abr. 2021.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo trazer apontamentos e resultados de uma pesquisa avaliativa, realizada com os discentes do curso de Licenciatura Integrada em Matemática e Física (LIMF), vinculado a Universidade Federal do Oeste do Pará, na cidade de Santarém/PA. Tal pesquisa avaliativa está prevista no Projeto Pedagógico de Curso (PPC), a ocorrer, em média, de três em três anos, de forma a subsidiar reformulações e ajustes necessários, visando melhorias no curso. Entre 2017 e 2018 foram aplicados questionários, nas turmas correntes do curso, de forma a extrair informações pertinentes, dos discentes do curso, subsidiando assim a coordenação e o conjunto de professores do curso de LIMF a discutirem os aspectos pertinentes ao desenvolvimento operacional e aperfeiçoamento das ações relativas a dinâmica do processo formativo, objeto de existência do curso. Os questionários foram aplicados, a partir de uma amostra de 56 discentes, de um total de 177 discentes matriculados. Os resultados apresentados mostram informações avaliativas, tanto positivas como negativas, em relação a curso, projetando assim uma análise crítica, visando o aperfeiçoamento e melhoria do curso de LIMF.
10.23926/RPD.2526-2149.2019.v4.n2.p411-430.id464
PDF

Referências

ASSIS, Alessandra Santos de. Didática, o ensino na licenciatura e as tecnologias da informação e da comunicação. In: D’AVILA, Cristina.; VEIGA, Ilma Passos (Org.) Didática e docência na educação superior: implicações para a formação de professores. Campinas – SP: Papirus, 2012.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Edições 70. Lisboa, 2002.

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Parecer CNE/CES nº 1.304/2001 de 18 de fevereiro de 2003. Estabelece as Diretrizes Curriculares para os cursos de Física. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES1304.pdf>. Acesso em: 04 de Maio de 2018.

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Resolução CNE/CES 3, de 18 de fevereiro de 2003. Estabelece as Diretrizes Curriculares para os cursos de Matemática. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/ces032003.pdf>. Acesso em: 04 de Maio de 2018.

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Parecer CNE/CES nº 1.302/2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Matemática, Bacharelado e Licenciatura. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES13022.pdf>. Acesso em: 15 de abril de 2017.

BRASIL, CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO DO MINISTÉRIO DA

EDUCAÇÃO. Resolução nº 2, de 1 de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares

Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de

formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação

continuada. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/secretaria-de-regulacao-e-supervisaoda-educacao-superior-seres/323-secretarias-112877938/orgaos-vinculados-82187207/21028-

resolucoes-do-conselho-pleno-2015>. Acesso em: 28 de maio de 2017.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 26 de junho de 2014. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm>. Acesso em: 23 mar. 2017.

BRASIL, Ministério da Educação. Lei 9.394/96, de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira - LDB. 2017. Disponível em http://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/529732/lei_de_diretrizes_e_bases_1ed.pdf

DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir. 8. Ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: MEC: UNESCO, 2004.

D’AMBROSIO, Ubirantan. Educação Matemática: da teoria à prática. 12 ed. Campinas - SP: Papirus, 1996. (Coleção Perspectivas em Educação Matemática)

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar a mudança e a incerteza. 9.ed. São Paulo: Cortez, 2011. (Coleção questões da nossa época; v. 14)

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1992.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7 º ed. São Paulo: Atlas, 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ. RESOLUÇÃO 125/2015, de 22 de setembro de 2015. Aprova o Projeto Político Pedagógico do curso de Licenciatura Integrada em Matemática e Física, da Universidade Federal do Oeste do Pará.

VERGANI Teresa. Excrementos do sol: a propósito de diversidades culturais. Portugal: Pandora, 1995.

Downloads

Não há dados estatísticos.